Se você já realiza aplicações financeiras, deve saber que os investimentos, independentemente de serem da renda fixa ou variável, precisam da intermediação de uma instituição financeira para serem feitos. Sendo assim, o investidor tem a opção de investir por banco ou corretora.

A instituição escolhida permite que você aplique o seu capital na renda fixa ou acesse até mesmo o Home Broker para realizar aportes na renda variável. E, como era de se imaginar, cada uma das instituições possuem as suas particularidades. Por essa razão, sempre se tem a mesma dúvida: é melhor investir usando a corretora ou banco?

Então, o ideal é conhecer as suas opções para fazer uma análise racional das particularidades de cada uma delas. A partir disso, você será capaz de decidir qual é o melhor caminho a tomar para começar a fazer os seus investimentos.

Diferenças entre banco e corretora

É interessante começar compreendendo as principais diferenças entre os bancos e as corretoras de valores no momento de investir. Desse modo, você já terá algumas informações centrais para fazer a sua escolha de forma mais tranquila.

Serviços ofertados

Os serviços ofertados é uma das diferenças entre bancos e corretoras. As corretoras de valores são voltadas para os investimentos, assim naturalmente apresentam serviços que estejam relacionados a esse mundo especificamente. Por sua vez, os bancos trabalham com outros produtos, como:

  • Conta corrente e poupança;
  • Empréstimos;
  • Financiamentos;
  • Cartão de crédito.

Outra diferença crucial é sobre os profissionais que atuam nessas instituições financeiras. Enquanto o gerente do banco é responsável por uma grande cartela de clientes, o assessor da corretora tem o foco em sanar as dúvidas e orientar as pessoas a respeito das suas aplicações financeiras.

É óbvio que o gerente do banco pode trabalhar sim apresentando oportunidades de investimentos, mas ele resolve outras questões também, como problemas com cartão de crédito e conta corrente, por exemplo. Então, os investidores acabam se sentindo menos apoiados, pois um expertise faz diferença.

Investimentos disponíveis

Mais uma diferença que você precisa saber para escolher entre investir por banco ou corretora é com relação às aplicações financeiras disponíveis. As grandes instituições financeiras, em especial os bancos maiores, tendem a trabalhar somente com investimentos que ele mesmo faz a emissão, exceto os títulos públicos, é claro.

Dessa maneira, os bancos se assemelham facilmente a uma loja que faz a venda apenas dos produtos que produz. Por sua vez, a corretora de valores funciona como uma boutique ou shopping, onde se tem um mundo de possibilidade de produtos que são das mais diferentes instituições. Como resultado, os investidores acabam conseguindo condições melhores na compra de um determinado ativo.

Rentabilidade

A rentabilidade oferecida pela corretora e banco também são diferentes. Como as corretoras de valores possuem mais produtos na prateleira, você consegue ter rendimentos mais diferenciados. Por sua vez, os grandes bancos trabalham apenas com seus próprios ativos, onde a rentabilidade pode ser limitada. Inclusive, é normal até mesmo que as opções de aplicações financeiras mais rentáveis não estejam disponíveis para todos, apenas para um grupo seleto.

Quer um exemplo prático dessa diferença de rentabilidade? Em um grande banco, os títulos da renda fixa costumam apresentar taxas de juros de 80% do CDI, enquanto nas corretoras facilmente você encontra aplicações acima de 100%.

Praticidade

Muitas pessoas acreditam ser mais prático investir no banco em que já se tem uma conta. Entretanto, investir por uma corretora é igualmente simples, pois a abertura da conta é realizada de maneira fácil, pela internet e em poucos cliques.

Neste ponto, é possível dizer que investir por banco ou corretora são alternativas simples e que não apresentam qualquer tipo de dificuldade, nem mesmo para os iniciantes no mundo dos investimentos.

Qual o melhor: investir por banco ou corretora?

É sabido que investir por corretora acaba sendo uma melhor opção, principalmente pelo leque de opções disponíveis e pela rentabilidade que é possível alcançar. No entanto, é necessário sempre realizar comparações para pautar a sua decisão, fazendo assim a escolha correta e melhor para os seus investimentos.

Porém, existem algumas dicas que você pode colocar em prática para ter uma escolha mais assertiva, veja:

  • Fuja dos grandes bancos – não se limite aos produtos e os rendimentos que são oferecidos pelos grandes bancos;
  • Aposte sempre na diversificação – a diversificação é uma estratégia muito importante, então tenha investimentos variados e veja qual a opção que lhe traz mais ganhos: investir por banco ou corretora;
  • Avalie o atendimento – é muito importante que você consiga ser atendido com eficiência, então no momento da escolha avalie o atendimento da instituição;
  • Considere as taxas – os bancos ou corretoras podem cobrar taxas e é preciso ficar de olho nelas para não perder em rentabilidade.

Conclusão

Após ler todas essas informações você já é capaz de decidir se é melhor investir por banco ou corretora. Afinal de contas, é só considerar todos os pontos que foram citados aqui para fazer a escolha mais assertiva e positiva para os seus investimentos.